ESTUDOS BIBLICOS







Web Radio Gospel Da Covilha - ((( Portugal))) Sua Amiga De Todos As Horas



sábado, abril 21, 2012

Ele já tomou providência para cada vez que você tropeçar.


 

 Disse-lhes Jesus: “Vocês todos me abandonarão. Pois está escrito:
‘Ferirei o pastor, e as ovelhas serão dispersas’." Marcos 14:27

Enquanto você segue Jesus você enfrentará momentos de muita angústia.
Às vezes vai parecer que as coisas estão conspirando para que você
tropece no seu relacionamento com Ele. Você não é o causador desses
eventos, mas eles surgem de oposição ou da intensidade das suas
circunstâncias. Entretanto, fracasso é o resultado final. Os discípulos passaram por oposição tão forte contra Jesus, que, como
resultado, todos eles falharam para com Ele na noite da Sua
crucificação.

Pedro declarou que era incapaz de abandonar Jesus (Mc 14:29-31).
Mesmo assim Jesus assegurou aos seus discípulos, mesmo antes deles
falharem, que seria inevitável. As Escrituras haviam profetizado
sobre isso.

Deus sempre soube que os discípulos falhariam com Seu Filho; Ele não
foi pego de surpresa. Ele havia tomado providências para os fracassos
deles, sabendo que eventualmente os transformaria em apóstolos que
pregariam o evangelho destemidamente, fariam milagres, e ensinariam a
outros.

Mais tarde, quando o Cristo ressurreto encontrou Pedro na praia, Ele
não pediu que ele fizesse uma confissão do seu pecado, mas do seu
amor. (João 21:15-17)

Pode ser que você tema que seu fracasso pegou Deus de surpresa.
Talvez você prometeu, como Pedro, que ficaria com o Senhor, mas você
falhou. Deus estava tão consciente de que você falharia, quanto Ele
estava em relação aos primeiros discípulos. Ele já tomou providência
para cada vez que você tropeçar.

Não pense que suas quedas são maiores ou mais complexas do que
qualquer coisa que Deus tenha lidado antes. Se você estiver
enfrentando desafios que parecem insuportávei, não fique
desencorajado. Deus já os havia previsto e já tomou as providências
(1 Cor 10:13).

quinta-feira, abril 19, 2012

Uma promessa aos que confiam em Cristo

Para uma herança incorruptível, incontaminável, e que não se pode murchar, guardada nos céus para vós,   1 Pedro 1:4

Com a intenção de encorajar os cristãos a manterem firme sua confissão de fé, o apóstolo Pedro faz menção daquilo que Deus prometeu proporcionar aos que confiam em Jesus. Ele menciona que Deus teve misericórdia infinita conosco, nos dando oportunidade de nascermos de novo para uma viva esperança pela ressurreição de Jesus Cristo.

A estes, que confiam em Jesus, foi prometido uma herança guardada no céu, onde não pode ser roubada ou danificada. Esta herança se refere a preciosa salvação que temos em Cristo. Em diversas ocasiões, enquanto estivermos nesse mundo, enfrentaremos lutas e provações. Contudo, nada pode ofuscar a confiança que temos na Palavra do Senhor. Sofremos aqui, para desfrutarmos alegria infinita por toda eternidade.

Se o sofrimento bater na sua porta, pense no céu! É para lá que vão os que confiam em Jesus!

Texto do Pastor Sérgio Fernandes

quarta-feira, abril 18, 2012

Lobos devoradores


 Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores. Mateus 7:15 




 
Quase no final do Sermão do Monte, Jesus se propõe a nos ensinar diferenças sutis entre vida espiritualmente saudável e comportamento religioso superficial: “Cuidado com os falsos profetas. Eles vêm a vocês vestidos de peles de ovelhas, mas por dentro são lobos devoradores” (Mateus 7:15).

Na história da Revelação Bíblica, um dos instrumentos fortemente usados pelo Senhor foi o dos profetas. Eles não eram ministros religiosos profissionais, como os sacerdotes. Os profetas eram cidadãos comuns, que viviam da própria profissão e que cultivavam uma vida de saudável comunhão com o Senhor. Por isso, eles eram sensíveis aos problemas e necessidades dos conterrâneos. O Senhor chamava um profeta exatamente por todas essas características e a fidelidade com que eles anunciaram ao povo as soluções divinas para as necessidades deles.

Da mesma maneira como acontece hoje, desde os tempos antigos, indivíduos inescrupulosos se propuseram a usar em benefício próprio a postura profética. Não tinham a vivência interior da dependência de Deus, diante das mazelas do povo. Queriam os privilégios da posição, mas não queriam pagar o preço da submissão. A palavra de alerta, declarada por Jesus, deve ser nosso guia, na atualidade. Não basta a a retórica marketeira dos “apóstolos” e “bispos” das megaigrejas e catedrais. A pele de ovelha não consegue esconder o mau cheiro dos demagogos “gospel”. É o cheiro típico dos lobos vorazes, que se locupletam da gordura das suas ovelhas. Levemos Jesus a sério - “cuidado com os falsos profetas”. 

quinta-feira, abril 12, 2012


E, adiantando-se um pouco, prostrou-se em terra; e orava para que, se
possível, lhe fosse poupada aquela hora. – Marcos 14:35




Alguns cristãos ficam satisfeitos em ter apenas um relacionamento
superficial com Cristo. Outros desejam passar os momentos mais santos
com Ele.


Na noite em que Jesus passou orando no jardim do Getsêmani, pessoas
reagiram a Ele de manerias diferentes. Havia aqueles que estavam tão
alheios a Jesus que nem sequer sabiam que Ele estava no jardim.
Também tinha Judas, que sabia onde Jesus estava, mas que estava
ocupado demais com seus próprios planos e não se uniu a Ele.


O resto dos discípulos juntou-se a Jesus no jardim, mas eles foram
distraídos pelo sono. Jesus falou a eles sobre a urgência daquela
hora, mas eles não compreenderam. Havia o círculo mais íntimo de
discípulos, Pedro, Tiago e João. No início eles oraram com Jesus. Mas
eles ainda não alcançaram o significado daquele momento.


Por fim, Jesus orou sozinho. Ele foi além dos seus discípulos e orou
por mais tempo. No momento de maior intercessão na história da
humanidade, não havia ninguém disposto a ficar com Jesus e vigiar com
Ele.


Ao longo da história Deus tem procurado por aqueles que desejam
deixar tudo de lado e submeter-se a Ele e ao Seu desejo de redimir o
mundo. Algumas vezes Deus ficou impressionado por não haver ninguém
disposto a acompanhá-lo (Is 63:5; 59:16). Os profetas pareciam
discernir mais do que as pessoas comuns, pois enquanto a sociedade
continuava sua vida como se não houvesse nada de errado, os profetas
agonizavam e choravam por causa daquilo que eles sabiam que Deus
estava para fazer. 


Deus está lhe chamando para ir mais fundo na sua vida de oração com
Ele. Se você tem interesse em ser o tipo de pessoa que Jesus pode
levar com Ele nos momentos mais sagrados, você terá experiências que
só os anjos tiveram com Jesus no jardim naquela noite.